Como Fazer Contrato com os Correios na Prática

Se você é um microempreendedor ou autônomo algum momento já parou para pensar em como funciona e se faz o contrato com os Correios. Já deve ter visto que no site deles não há muitas explicações, então acabamos buscando mais informações em outros lugares que normalmente também não tiram nossas dúvidas. Nesse artigo vou tentar explicar o máximo possível e deixar minha opinião sobre o serviço.

Requisitos para fazer o contrato com os Correios

Essa informação os Correios deixam bem claro, no site deles, que precisa de CNPJ e um certificado digital. O CNPJ provavelmente você já tem, mas o certificado digital é mais raro. Para fazer o certificado digital é necessário escolher o tipo e pagar pelo serviço, os próprios Correios oferecem esse serviço e cobram um valor razoável em relação aos demais, quando fiz o meu, dei preferência ao deles para não dar problema.

Para quem é MEI precisa apenas comprar o certificado pelo site por meio do sistema da SERPRO, depois ir até uma agência que faça o serviço (franquiadas não fazem) e apresentar o RG e CMEI. tem que ser o RG, a CNH não serve, também pode ser necessário ligar para a agência e agendar um horário. Depois do certificado digital adquirido, precisamos instalá-lo em um computador, para isso basta voltar ou sistema da SERPRO e seguir a explicação.

Como contratar

Para fazer o contrato deve-se acessar ao ID Correios fazer a solicitação nele terá que fazer download de um contrato em pdf, assiná-lo digitalmente e fazer uploud no sistema. Esse processo pode ser um pouco demorado, pois é comum o Adobe Reader não reconhecer imediatamente, sua assinatura como válida, mas depois de uma certa paciência e determinação, funciona.

Pronto, feito o cadastro será enviado por e-mail os dados de acesso aos sistemas que permitirão usar os serviços. E se prepare para deixar bem organizados os logins e senhas de todos os sistemas, pois até agora nós já passamos por dois: da SERPRO e do ID Correios, agora por e-mail serão enviados mais dois: do SIGEP e da Logistica Reversa.

Vantagens e como funciona o contrato

Existem vários tipos de parcerias e contrato, tudo vai depender da sua empresa escolher o melhor. O mais seguro é iniciar pelo bronze 1, que não tem valor mínimo mensal, nele o contratante tem crédito de R$2.050,00 (no momento da data deste artigo), com faturas quinzenais e abatimento de aproximadamente 11%, um Sedex mínimo está R$21,00 com esse contrato sai R$18,70 (dados de Jan de 2021), ainda tem a vantagem de não precisar pegar fila, basta levar a PLP (Pré Lista de Postagem) colada na embalagem e deixar no balcão.

Além das vantagens acima, o contratante pode usar o serviço de Logística Reversa e Mala Direta. A logística reversa serve para que seu cliente possa enviar o produto de volta, apresentando apenas um código aos Correios, igual com o Mercado Livre e outras empresas, já a Mala Direta permite enviar cartas com boletos, avisos etc. Importante destacar que o serviço de logística reversa também é cobrado como uma postagem normal.

Sistema SIGEP e postagens

Esse é o sistema que cria as PLPs para envios, para utilizá-lo é necessário instalá-lo num computador, sim o serviço não é feito pelo navegador, mas usa a internet para se conectar e processar os pedidos, a primeira vista, achei um absurdo, mas faz todo o sentido, pois não sobrecarrega o sistema dos Correios com muitos acessos e permite trabalhar offline se conectando só quando necessário.

A ordem para criar sua primeira PLP é: criar um remetente, criar uma embalagem, criar o destinatário e por último criar a PLP em si. É importante depois de feita a PLP de fechá-la, pois pode ser recusada na agência e uma vez fechada não é possível fazer edição dos dados nela. Outro ponto importante é levar a nota fiscal ou a declaração de conteúdo no momento das postagem, também é possível fazer o download da declaração de conteúdo pela internet e levar preenchida, caso contrário será necessário comprar e preencher na agência, gastando muito tempo.

Não apresentei muitos detalhes do SIGEP, pois em breve pretendo fazer um artigo separado para mostrando como usar suas ferramentas.

Compensa fazer contrato com os Correios

Sabendo como ele funciona na prática e suas vantagens, fica faltando analisar outras possibilidades e o seu negócio. Se você já costuma a usar os Correios pagando a agência e ainda tem que pagar antecipado para depois repassar ao cliente, sem dúvida é um bom investimento, lembre-se de que tem um custo para o certificado digital, outra hipótese favorável é no caso de grande volume de remessa, pois a partir do contrato prata, o faturamento passa ser mensal dando bastante tempo para se organizar e até oferecer fretes grátis embutido no preço do produto.

Contudo, temos serviços semelhantes mais baratos, como o Envio Fácil do PagSeguro, abatendo o valor do frete na compra feita por ele, com um desconto que pode chegar próximo a 50%, claro trazendo a desvantagem de obrigatoriamente utilizar o PagSeguro como meio de pagamento. Portanto, tudo vai depender da necessidade e planejamento da sua empresa.

Deixe uma resposta

Sair da versão mobile